Pesquisar este blog

quinta-feira, 18 de março de 2010

SER CRISTÃO

Introdução:
  1. O desgaste (desvanecimento) de certas palavras e expressões faz com que elas tomem um outro sentido na história corrompendo o seu verdadeiro significado. Tornando-se muitas vezes como uma gíria popular. Tanto na vida secular como na vida espiritual (teologia)
  2. Ex. seculares: corcel, gato, cão, veado, vaquinha, cabra, burro, cana, xadrez, chato,
  3. Ex. teológicos: - crente, avivamento, profetizar (decretar ou pregar?), pentecostal, evangélico, gospel, Se Deus quiser! Jesus Cristo!
  4. Por isso, antes de falarmos o que é realmente ser um Cristão, é mister que façamos uma análise da etimologia da palavra.
  5. Cristo – A palavra Cristo significa o mesmo que Ungido, o título Cristo no grego é a tradução do Hebraico Messias. O termo deriva-se do ministério dos profetas do VT, de ungir com óleo na cabeça àquele que era chamado por Deus para uma missão especial como Profetas 1Rs 19.16, sacerdotes, Êx 30.30 e reis 1Sm 16.1-13.
  6. Um dos títulos de Jesus, a quem Deus escolheu para ser o Salvador da humanidade (Jo 1.41; At 4.26-27).
  7. Cristão – O mesmo que pequenos Cristos – termo bíblico usado para designar àqueles que são discípulos de Cristo. Aqueles que seguem os seus passos e ensinos.
  8. Hoje muitos são chamados de Cristãos. Em certos paises por ex: Cristãos vivem em guerra com os chamados “Protestantes”. Seriam todos cristãos na essência da Palavra?
  9. Quando exatamente uma pessoa torna-se Cristã? No berço, no batismo, ou no catecismo ou na conversão? Se o termo significa o mesmo que Ungido, só podemos ser Cristãos depois da Unção que acontece no momento da conversão ou Novo Nascimento:
  10. a.    “Respondeu-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.” (Atos 2:38 )
  11. b.    “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados, a fim de que, da presença do Senhor, venham tempos de refrigério, e que envie ele o Cristo, que já vos foi designado, Jesus,” (Atos 3:19-20)
  12. c.    1Jo 2:20  E vós possuís unção que vem do Santo e todos tendes conhecimento.
  13. d.    1Jo 2:27  Quanto a vós outros, a unção que dele recebestes permanece em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é falsa, permanecei nele, como também ela vos ensinou.
  14. E quando esta unção acontece?
  15. “em quem também vós, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, tendo nele também crido, fostes selados com o Santo Espírito da promessa; o qual é o penhor da nossa herança, ao resgate da sua propriedade, em louvor da sua glória.” (Ef 1:13-14)
  16. “E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção.” (Ef 4:30)
  17. “Pois, em um só Espírito, todos nós fomos batizados em um corpo, quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres. E a todos nós foi dado beber de um só Espírito.” (1Co 12:13)
  18. Só existem três passagens das Escrituras que usa a palavra “CRISTÃO” para descrever aqueles que são seguidores de Jesus.

I - “Existe uma diferença entre dizer-se e ser reconhecido como”.
  1. “tendo-o encontrado, levou-o para Antioquia. E, por todo um ano, se reuniram naquela igreja e ensinaram numerosa multidão. Em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos.” (Atos 11:26)
  2. Com a morte de Estevão os que foram dispersos chegam a Fenícia, Chipre e Antioquia anunciando a Palavra.
  3. Alguns que eram de Chipre e de Cirene foram para Antioquia e anunciavam Jesus também aos gregos. E muitos, crendo se convertem ao Senhor.
  4. A Igreja de Jerusalém, ao ouvir estas noticias, envia Barnabé à Antioquia. Que exortava todos permanecer no Senhor. E mais pessoas se unem ao Senhor.
  5. Neste intervim Saulo é transformado no Apostolo Paulo.
  6. Barnabé vai a Tarso a procura de Paulo e o leva consigo para Antioquia.
  7. E por um ano, reuniu-se naquela igreja uma numerosa multidão.
  8. E assim, Em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos.” (Resumo de Atos 11:19-26)
  9. Aplicação: Eles não somente diziam-se Cristãos – Mas foram reconhecidos como tais. Por que seus atos eram condizentes. (Também Atos 4.13).
  10. Eles demonstravam o amor de Jesus (Jô 13.34,35) - Veja por ex. Atos 11.27-30 – A profecia de Ágapo e o socorro enviado pelos discípulos.
  11. Dizer pode ser fácil o difícil é viver como, é fazer as obras de um cristão.
  12. Existe muitos que se dizem Cristãos, mas biblicamente são poucos que são reconhecidos como tais. 

II - “Existe uma diferença entre ser e o quase ser".

  1. Atos 26:28  Então, Agripa se dirigiu a Paulo e disse: Por pouco me persuades a me fazer cristão.
  2. O termo “Cristão” já havia chegado nos palácios reais.
  3. O apostolo Paulo se encontra diante do rei Agripa trazido pelo governador chamado Festo, que o ouve por curiosidade.
  4. Paulo dá seu testemunho de conversão; mas no final é interrompido pelo governador:
  5. “Dizendo ele estas coisas em sua defesa, Festo o interrompeu em alta voz: Estás louco, Paulo! As muitas letras te fazem delirar! Paulo, porém, respondeu: Não estou louco, ó excelentíssimo Festo! Pelo contrário, digo palavras de verdade e de bom senso. Porque tudo isto é do conhecimento do rei, a quem me dirijo com franqueza, pois estou persuadido de que nenhuma destas coisas lhe é oculta; porquanto nada se passou em algum lugar escondido. Acreditas, ó rei Agripa, nos profetas? Bem sei que acreditas.” (Atos 26:24-27)
  6. A resposta do Rei: Por poupo me persuades a me fazer cristão..
  7. Paulo dá uma alfinetada no rei: “Paulo respondeu: Assim Deus permitisse que, por pouco ou por muito, não apenas tu, ó rei, porém todos os que hoje me ouvem se tornassem tais qual eu sou, exceto estas cadeias.” (Atos 26:29)
  8. Aplicação: Tem muitos que quase aceitam a Jesus, vêm a igreja, ouvem, são convencidos, como Agripa, mas não convertidos. Porém, o inimigo coloca os “Festos” deste mundo para interromper, E partem deste mundo para eternidade sem Jesus. Quase foram salvos!
  9. Há muitos que estão apenas, brincando de faz de conta que são cristãos, mas não tem preparo algum para estar diante do Grande Maestro da Vida.

III - “Existe uma diferença entre ser e ter alegria de ser”
  1. 1 Pedro 4:16  mas, se sofrer como cristão, não se envergonhe disso; antes, glorifique a Deus com esse nome.
  2. Há muitos que são cristãos por conveniência, por medo do juízo, porque sabem que não outra alternativa, mas que não tem o brilho e alegria de um cristão.
  3. Cristãos sem compromissos não trazem preocupação para o reino das trevas, não trazem nenhuma ameaça para o mesmo, são pessoas que tanto faz qualquer coisa, que não fazem a diferença.
  4. Cristãos que na hora do trabalho, das provas, do pagar o preço da renúncia, do sacrifício se escondem.
  5. O Cristão que tem alegria (orgulho) de ser um cristão, está disposto a pagar o preço que falou Pedro: -  “Amados, não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós, destinado a provar-vos, como se alguma coisa extraordinária vos estivesse acontecendo; pelo contrário, alegrai-vos na medida em que sois co-participantes dos sofrimentos de Cristo, para que também, na revelação de sua glória, vos alegreis exultando. Se, pelo nome de Cristo, sois injuriados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus.” (1Pe 4:12-14)
  6. O sacrifício maior é não servir a Cristo: “Não sofra, porém, nenhum de vós como assassino, ou ladrão, ou malfeitor, ou como quem se intromete em negócios de outrem;” (1 Pedro 4:15)
  7. Se sofrer como Cristão, não se envergonhe disso
  8. Antes glorifique a Deus com este nome:
  • Eu sou Cristão graças a Deus – porque antes eu era um mentiroso.
  • Eu sou Cristão graças a Deus por antes eu era um blasfemo.
  • Eu sou um cristão, graças a Deus, antes eu era um perdido. Etc...

Conclusão: 

“Existe uma diferença entre dizer-se e ser reconhecido como”.
“Existe uma diferença entre ser, e o quase ser “.
“Existe uma diferença entre ser e ter alegria de ser”

Que tipo de Cristão você é?
Você é reconhecido como Cristão?
Você é realmente um Cristão ou quase é?
Você tem alegria de ser um cristão? Ou tanto faz?

Nenhum comentário:

Postar um comentário