Pesquisar este blog

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

REQUESITOS PARA UMA ALEGRIA VERDADEIRA


Nee 8:8-13

(8)  Leram no livro, na Lei de Deus, claramente, dando explicações, de maneira que entendessem o que se lia.

(9)  Neemias, que era o governador, e Esdras, sacerdote e escriba, e os levitas que ensinavam todo o povo lhe disseram: Este dia é consagrado ao SENHOR, vosso Deus, pelo que não pranteeis, nem choreis. Porque todo o povo chorava, ouvindo as palavras da Lei.

(10)  Disse-lhes mais: ide, comei carnes gordas, tomai bebidas doces e enviai porções aos que não têm nada preparado para si; porque este dia é consagrado ao nosso Senhor; portanto, não vos entristeçais, porque a alegria do SENHOR é a vossa força.

(11)  Os levitas fizeram calar todo o povo, dizendo: Calai-vos, porque este dia é santo; e não estejais contristados.

(12)  Então, todo o povo se foi a comer, a beber, a enviar porções e a regozijar-se grandemente, porque tinham entendido as palavras que lhes foram explicadas.

(13)  No dia seguinte, ajuntaram-se a Esdras, o escriba, os cabeças das famílias de todo o povo, os sacerdotes e os levitas, e isto para atentarem nas palavras da Lei.



Introdução:

1.      Luc 13:11-17 – A mulher encurvada por um espirito de enfermidade foi curada pelo Senhor Jesus. O inimigo não deixava ela olhar para o céu.

2.     Um homem só olhava para baixo, achou alguns milhares de moedas, botões e parafusos, porém, nunca presenciou uma estrela cadente e muito menos um eclipse lunar.

3.     A alegria é um estado de viva satisfação, de vivo contentamento; regozijo, júbilo, prazer.

4.     Se você não tivesse nem um motivo para alegrar-se, ainda assim poderia alegrar-se com a alegria do próximo. Mas o egoísmo, a inveja e o descontentamento atravanca a alegria de muitos.

5.     Rom 12:15 -  Alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram.

6.     O povo ouviu a Palavra de Deus  da alva até ao meio dia e são exortados pelos levitas a parar de chorar e a se alegrar.

7.     (10)  Disse-lhes mais: ide, comei carnes gordas, tomai bebidas doces e enviai porções aos que não têm nada preparado para si; porque este dia é consagrado ao nosso Senhor; portanto, não vos entristeçais, porque a alegria do SENHOR é a vossa força.

8.   A ALEGRIA DO SENHOR É A NOSSA FORÇA. A nossa alegria não está condicionada a circunstâncias, pessoas ou coisas, mas em nossa fé e obediência a PALAVRA SENHOR.

9.     Na tua força, SENHOR, o rei se alegra! E como exulta com a tua salvação! Salmos 21:1



SETE REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA A ALEGRIA VERDADEIRA:



I – CONTENTAMENTO

·        Mais alegria me puseste no coração do que a alegria deles, quando lhes há fartura de cereal e de vinho. (Salmos 4:7)

·        Flp 4:10-13   - Alegrei-me, sobremaneira, no Senhor porque, agora, uma vez mais, renovastes a meu favor o vosso cuidado; o qual também já tínheis antes, mas vos faltava oportunidade.  (11)  Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação.  (12)  Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez;  (13)  tudo posso naquele que me fortalece.



II – CONFISSÃO DE PECADOS

·        Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que exultem os ossos que esmagaste. (Salmos 51:8)

·        Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito voluntário. (Salmos 51:12)

·        Não entristeçais o Espírito...



III – CONTROLE DO ESPÍRITO SANTO

·        Tu me farás ver os caminhos da vida; na tua presença há plenitude de alegria, na tua destra, delícias perpetuamente. (Salmos 16:11)

·        Gál 5:22  Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade,



IV – CONHECIMENTO DA PALAVRA

·        Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro e ilumina os olhos. (SL 19:8)

·        Não obstante, alegrai-vos, não porque os espíritos se vos submetem, e sim porque o vosso nome está arrolado nos céus. (Lucas 10:20)

·        A palavra nos apresenta princípios infalíveis para nossa alegria.



V – CONFIANÇA NAS PROMESSAS

·        Nele, o nosso coração se alegra, pois confiamos no seu santo nome. (Salmos 33:21)

·        Hab 3:17-18  Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado,  (18)  todavia, eu me alegro no SENHOR, exulto no Deus da minha salvação.





VI – COMPAIXÃO PELO PRÓXIMO

·        Ats 20:35  Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é mister socorrer os necessitados e recordar as palavras do próprio Senhor Jesus: Mais bem-aventurado é dar que receber.

·        Compaixão e compartilhar são duas palavras inseparáveis.

·        O BOM SAMARITANO - O maior bem feito pelo samaritano foi a si próprio. Ele dormiu com a consciência de um dever cumprido.

·        Jon 4:10-11  Tornou o SENHOR: Tens compaixão da planta que te não custou trabalho, a qual não fizeste crescer, que numa noite nasceu e numa noite pereceu;  (11)  e não hei de eu ter compaixão da grande cidade de Nínive, em que há mais de cento e vinte mil pessoas, que não sabem discernir entre a mão direita e a mão esquerda, e também muitos animais?



VII – COOPERAÇÃO NO EVANGELHO

·        Fp 1:3-5  Dou graças ao meu Deus por tudo que recordo de vós,  (4)  fazendo sempre, com alegria, súplicas por todos vós, em todas as minhas orações,  (5)  pela vossa cooperação no evangelho, desde o primeiro dia até agora.

·        Servi ao SENHOR com temor e alegrai-vos nele com tremor. (Salmos 2:11)

·        A alegria em ser útil para o reino de Deus. Não há alegria maior do que levar uma alma perdida para Jesus.

·        Portanto, meus irmãos, amados e mui saudosos, minha alegria e coroa, sim, amados, permanecei, deste modo, firmes no Senhor. (Filipenses 4:1)



Conclusão:

Você só precisa de Deus e de tudo que Ele lhe der para ser feliz verdadeiramente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário