Pesquisar este blog

segunda-feira, 15 de maio de 2017

ADMINISTRANDO A BÊNÇÃO


 “Disse Jesus também aos discípulos: Havia um homem rico que tinha um administrador; e este lhe foi denunciado como quem estava a defraudar os seus bens. 2  Então, mandando-o chamar, lhe disse: Que é isto que ouço a teu respeito? Presta contas da tua administração, porque já não podes mais continuar nela. 3  Disse o administrador consigo mesmo: Que farei, pois o meu senhor me tira a administração? Trabalhar na terra não posso; também de mendigar tenho vergonha. 4  Eu sei o que farei, para que, quando for demitido da administração, me recebam em suas casas. 5  Tendo chamado cada um dos devedores do seu senhor, disse ao primeiro: Quanto deves ao meu patrão? 6  Respondeu ele: Cem cados de azeite. Então, disse: Toma a tua conta, assenta-te depressa e escreve cinquenta. 7  Depois, perguntou a outro: Tu, quanto deves? Respondeu ele: Cem coros de trigo. Disse-lhe: Toma a tua conta e escreve oitenta. 8  E elogiou o senhor o administrador infiel porque se houvera atiladamente, porque os filhos do mundo são mais hábeis na sua própria geração do que os filhos da luz. 9  E eu vos recomendo: das riquezas de origem iníqua fazei amigos; para que, quando aquelas vos faltarem, esses amigos vos recebam nos tabernáculos eternos. 10  Quem é fiel no pouco também é fiel no muito; e quem é injusto no pouco também é injusto no muito. 11  Se, pois, não vos tornastes fiéis na aplicação das riquezas de origem injusta, quem vos confiará a verdadeira riqueza? 12  Se não vos tornastes fiéis na aplicação do alheio, quem vos dará o que é vosso?” (Lucas 16:1-12 )

 

Introdução:

  1. O caminho da Benção passa pela Oração, pela Fé, Temor a Deus, Pureza, Liberalidade, Decisão e Ação. (Mensagem anterior)
  2. Três fatos sobre a benção de Deus: Não traz pesar, é Completa, Deus abençoa para sermos uma benção.
  3. Toda a benção deve ser recebida como um bem a ser administrado para Deus, e não como algo para ser guardado para si ou para uso particular.
  4. Cuidado para que sua benção não se torne em maldição! – Se você, não administra-la adequadamente ela pode se tornar em tropeço.
  5. Às vezes, certos pedidos não são atendidos, muitas ocasiões, Deus pode dizer não ou espere, muitos não estão aptos para lidar com a benção.
  6. Um emprego pode afastá-lo de Deus. (O seminarista na gráfica - não imprimia pornografia e foi despedido, porém Deus lhe deu um emprego melhor).
  7. Um dom ou talento – pode ser desviado para o mundo.
  8. Um enfermo que recebe a benção da cura – esquece de Deus e volta para o mundo pecaminoso.
  9. A prosperidade pode levá-lo a esquecer-se de Deus -
  10. Um bem pode se transformar num mal.
  11. Um violão, um carro, uma propriedade, uma pessoa.
  12. Uma posição de autoridade. Um diploma, um título, uma promoção.

ALGUNS EXEMPLOS NAS ESCRITURAS DE COMO A BENÇÃO DEVE SER ADMINISTRADA.

 
I - A BENÇÃO DEVE SER ADMINISTRADA COM HUMILDADE

  1. Pois quem é que te faz sobressair? E que tens tu que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te vanglorias, como se o não tiveras recebido?” (1 Coríntios 4:7)
  2. “não que, por nós mesmos, sejamos capazes de pensar alguma coisa, como se partisse de nós; pelo contrário, a nossa suficiência vem de Deus,” (2 Coríntios 3:5)
  3. Nabucodonosor – “29  Ao cabo de doze meses, passeando sobre o palácio real da cidade de Babilônia, 30  falou o rei e disse: Não é esta a grande Babilônia que eu edifiquei para a casa real, com o meu grandioso poder e para glória da minha majestade? 31  Falava ainda o rei quando desceu uma voz do céu: A ti se diz, ó rei Nabucodonosor: Já passou de ti o reino. 32  Serás expulso de entre os homens, e a tua morada será com os animais do campo; e far-te-ão comer ervas como os bois, e passar-se-ão sete tempos por cima de ti, até que aprendas que o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens e o dá a quem quer.” (Daniel 4:29-32 )
  4. Este foi o erro de satanás. - “não seja neófito, para não suceder que se ensoberbeça e incorra na condenação do diabo.” (1 Timóteo 3:6)

 

II – A BENÇÃO DEVE SER ADMINISTRADA COM SABEDORIA

  1. “5  Volta e dize a Ezequias, príncipe do meu povo: Assim diz o SENHOR, o Deus de Davi, teu pai: Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; eis que eu te curarei; ao terceiro dia, subirás à Casa do SENHOR. 6  Acrescentarei aos teus dias quinze anos e das mãos do rei da Assíria te livrarei, a ti e a esta cidade; e defenderei esta cidade por amor de mim e por amor de Davi, meu servo.” (2 Reis 20:5-6)
  2. “ Ezequias se agradou dos mensageiros e lhes mostrou toda a casa do seu tesouro, a prata, o ouro, as especiarias, os óleos finos, o seu arsenal e tudo quanto se achava nos seus tesouros; nenhuma coisa houve, nem em sua casa, nem em todo o seu domínio que Ezequias não lhes mostrasse.” (2 Reis 20:13)
  3. Se alguém necessita de sabedoria peça a Deus – Tg 1.6


III – A BENÇÃO DEVE SER ADMINISTRADA COM PRUDÊNCIA

  1. Sansão foi abençoado com sua força e beleza, porém não soube administrar com sabedoria.
  2. “Depois, deu a mulher à luz um filho e lhe chamou Sansão; o menino cresceu, e o SENHOR o abençoou.” (Juízes 13:24)
  3. Sansão deixou que sua força e beleza o afastasse de Deus. Não usou suas aptidões para Deus. Se deixou prender pelas amarras da paixão.
 
IV – A BENÇÃO DEVE SER MINISTRADA COM GRATIDÃO

  1. “Ao entrar numa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez leprosos,” (Lucas 17:12)
  2. “Então, Jesus lhe perguntou: Não eram dez os que foram curados? Onde estão os nove?” (Lucas 17:17)
  3. Muitas pessoas são como aqueles nove leprosos recebem tanta oração para vencerem uma enfermidade, um problema, um desafio, uma prova, uma crise, um objetivo de vida e quando alcançam esquecem de voltar para agradecer a JESUS, para abençoar a obra de Deus, agradecer aqueles que ajudaram no objetivo.
 

V – A BENÇÃO DEVE SER ADMINISTRADA FIDELIDADE (sinceridade e amor)

  1. “ Porque, quanto ao SENHOR, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente dele; nisto procedeste loucamente; por isso, desde agora, haverá guerras contra ti.” (2 Crônicas 16:9 RA)
  2. “Porém Asa se indignou contra o vidente e o lançou no cárcere, no tronco, porque se enfurecera contra ele por causa disso; na mesma ocasião, oprimiu Asa alguns do povo.” (2 Crônicas 16:10 )


VI – A BENÇÃO DEVE SER ADMINISTRADA PARA O SENHOR

  1. As primícias. Dar-lhe-ás as primícias do teu cereal, do teu vinho e do teu azeite e as primícias da tosquia das tuas ovelhas.” (Deuteronômio 18:4)
  2. “Honra ao SENHOR com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda;” (Provérbios 3:9 )
  3. “ A um deu cinco talentos, a outro, dois e a outro, um, a cada um segundo a sua própria capacidade; e, então, partiu.” (Mateus 25:15)
  4. “Tu, Belsazar, que és seu filho, não humilhaste o teu coração, ainda que sabias tudo isto. 23  E te levantaste contra o Senhor do céu, pois foram trazidos os utensílios da casa dele perante ti, e tu, e os teus grandes, e as tuas mulheres, e as tuas concubinas bebestes vinho neles; além disso, deste louvores aos deuses de prata, de ouro, de bronze, de ferro, de madeira e de pedra, que não vêem, não ouvem, nem sabem; mas a Deus, em cuja mão está a tua vida e todos os teus caminhos, a ele não glorificaste.” (Daniel 5:22-23 )

 

VII – A BENÇÃO DEVE SER ADMINISTRADA COM FIDELIDADE

Lc 16.9-12. Deus exige fidelidade de seus administradores.

 


Conclusão:
Deus abençoe para abençoarmos. Seja fiel a Aquele (Jesus) que é fiel em tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário